Direitos Hereditários

Quando uma pessoa falece, os imóveis do falecido passam para o patrimônio do espólio, para posterior divisão dos bens ao cônjuge sobrevivente e/ou aos herdeiros. Através do inventário, os imóveis serão divididos entre herdeiros através do formal de partilha e deverá ser levado ao Registro Geral de Imóveis para que a propriedade imobiliária seja transferida para os sucessores do falecido.

O processo do inventário judicial, na maioria das vezes, é muito demorado. No caso do(s) herdeiro(s) necessitar(e)m vender o(s) imóvel (is) no decorrer do processo, ou se não tiver(em) condições para desembolsar a quantia para pagamento do imposto, emolumentos cartorários e taxas, poderá(ão) utilizar uma escritura de Cessão de Direitos Hereditários. Na condição de cedente(s), transfere(em) para o comprador (cessionário) o(s) direito(s) sobre o(s) imóvel(is).

A escritura de cessão de direitos hereditários não pode ser registrada no cartório de registro; ela confere título hábil, apenas, para que o cessionário venha a se habilitar no processo de inventário, como se herdeiro fosse, podendo o cessionário, inclusive, requerer a abertura da sucessão e a partilha dos bens.

Em Recife e Região Metropolitana muitos imóveis não estão sendo comercializados pelo motivo dos respectivos herdeiros não terem condições financeiras para arcarem com as despesas de todo processo de inventário; preferem fazer uma Cessão de Direitos Hereditários, mesmo reduzindo o valor de venda do imóvel.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
INÍCIO
Open chat
Precisa de ajuda?
Olá, podemos te ajudar?